Select Page

O consumo excessivo de álcool é a segunda causa de mortes evitáveis e prematuras no Luxemburgo, de acordo com o Ministério da Saúde (MS). Este é um dos dados em destaque na nova campanha do Governo “Menos álcool, mais diversão. Diga não àquele copo a mais!” (“Moins d’alcool, plus de fun. Dites non au verre de trop!”, em francês). Mensagens que vão estar em vários cartazes e publicações no Facebook e YouTube.

O lançamento da iniciativa acontece em pleno Carnaval e visa, antes do mais, apelar aos jovens para que bebam com moderação. O ministério lembra que, segundo o European Health Interview Survey-EHIS, divulgado no ano passado, os jovens do Luxemburgo têm, em média, 15,9 anos de idade quando ingerem a primeira bebida alcoólica.

Além da problemática dos jovens, o estudo europeu revelou também que mais de 40% dos residentes luxemburgueses dizem beber pelo menos uma vez por semana, uma taxa acima da média europeia de 30%.

Outro dos dados preocupantes do estudo mostra que 11% dos residentes consomem bebidas alcoólicas de forma excessiva pelo menos uma vez por semana. A média europeia, neste segmento, ronda os 5,5%.

No âmbito do lançamento da nova campanha, a ministra da Saúde, Lydia Mutsch, sublinha que o consumo de álcool é um fator de risco evitável associado a doenças cardiovasculares, cirrose, cancro e a doenças mentais. Além disso, a ministra lembra também que a ingestão de álcool pode estar na origem de acidentes de viação e comportamentos violentos.

Redação Latina

Relacionados

X