Select Page

O brtiânico Rob Huff (Citroën) venceu hoje a corrida principal da etapa de Macau do Mundial de Carros de Turismo (WTCC) e tornou-se no piloto mais premiado em duas ou quatro rodas da história do antigo enclave português.

Rob Huff, que largou do primeiro lugar, ficou à frente do húngaro Norbert Michelisz (Honda) e do britânico Tom Chilton (Citroën) que subiram, respetivamente, ao segundo e terceiro lugares do pódio.

Apesar de se ter mantido a ordem da grelha de partida, a corrida principal do WTCC ficou marcada pela disputa pelo terceiro posto entre o britânico Tom Chilton e o argentino Esteban Guerrieri, que conduz o Honda Civic do português Tiago Monteiro, que falhou a etapa de Macau.

Guerrieri, que largou da quinta posição, chegou a ascender ao terceiro, mas Chilton ultrapassou-o na última volta ao circuito da Guia depois de o argentino ter visto a bandeira preta e branca (advertência por conduta antidesportiva), caindo para o quarto lugar.

Já o sueco Thed Björk (Volvo), atual líder do Mundial do WTCC, não foi além do quinto posto, enquanto o holandês Nicky Catsburg (Volvo S60) foi 13.º, com ambos a perderem uma posição em relação ao arranque da corrida principal que, ao contrário da de abertura de sábado, decorreu sob nevoeiro e chuva miudinha.

Rob Huff, de 37 anos, conquistou a hoje a sua nona vitória no circuito da Guia, tornando-se no piloto mais premiado em corridas de quatro rodas da história do Grande Prémio de Macau.

Relacionados

X