Select Page

A ministra da Família e da Integração, Corinne Cahen, condena a proibição da entrada de cidadãos de países maioritariamente muçulmanos, nos Estados Unidos.

Cahen, que também é presidente do Partido Democrático (DP), falou à Rádio Latina e apelou ao “Mundo” para se erguer contra as políticas anti-imigração de Donald Trump.

Corinne Cahen até faz, de forma implícita, uma comparação com a década sombria de 1930, que assistiu à emergência do nazismo de Adolf Hitler.

Corinne Cahen preocupada com as políticas anti-imigração do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, depois de este ter assinado um decreto que fecha o país a inúmeros cidadãos.

Trump quer impedir a entrada nos Estados Unidos de cidadãos do Iraque, Irão, Iémen, Líbia, Somália, Sudão e Síria, alegadamente para proteger o país de “terroristas islâmicos radicais”.

Redação Latina

Relacionados

X