Select Page

A comuna de Esch-sur-Alzette poderá vir a ser liderada por uma coligação de três partidos.

Segundo uma nota de imprensa enviada às redações, ontem à noite, já há luz verde por parte do CSV, o partido vencedor nas eleições de domingo em Esch, para que arranquem as negociações com o Déi Gréng e o DP.

Horas antes de ter sido tomada essa decisão, a Rádio Latina falou com o candidato cristão Social, Georges Mischo, o mais votado no escrutínio de domingo, que disse querer uma coligação «forte».

Para este professor de educação física, é essencial “pôr os interesses da população em primeiro lugar”. Mischo quer ouvir os jovens e os mais desfavorecidos.

Esch-sur-Alzette deve tornar-se numa cidade moderna e atrativa”, sublinha Georges Mischo.

O CSV quer alcançar um entendimento com os outros partidos, para formar uma coligação capaz de resolver os problemas atuais da maior cidade do sul, nomeadamente a nível da mobilidade e das estruturas de acolhimento dos jovens.

Declarações de Georges Mischo, à Rádio Latina, sobre o futuro da comuna de Eschsur-Alzette. Neste momento, há luz verde para que comecem as negociações entre CSV, Déi Gréng e DP.

Redação Latina (Foto: Facebook Georges Mischo)

Relacionados

X