Select Page

Afinal, José Vaz do Rio não vai ser burgomestre da comuna de Bettendorf.

O português, de 61 anos, foi o candidato mais votado naquela comuna, nas eleições de domingo, mas na reunião de ontem ficou decidido que vai ocupar o cargo de primeiro vereador (“premier échevin”, em francês). A liderança da autarquia ficará nas mãos de Pascale Hansen, que sucede no cargo a Albert Back.

As razões da decisão não são ainda conhecidas, mas um comunicado de imprensa com mais explicações deverá chegar ainda esta manhã às redações.

Cai assim por terra o ‘sonho’ de muitos portugueses de verem, pela primeira vez, um compatriota à frente de uma comuna luxemburguesa.

Contactado pela Rádio Latina, José Vaz do Rio contou que um dos vários telefonemas que recebeu nas últimas horas vinha de Lisboa. Atendeu e, do outro lado, estava Marcelo Rebelo de Sousa. Sim, o Presidente da República portuguesa ligou para o felicitar pelo resultado obtido nas eleições e para o tentar convencer a assumir a liderança da comuna de Bettendorf.

A conversa durou pouco mais de cinco minutos. Depois, [o Presidente] passou o telefone ao secretário de Estado das Comunidades, que me convidou para um café, para conversarmos”, acrescentou ainda o português.

José Vaz do Rio vai então tomar café com José Luís Carneiro, aquando da próxima deslocação do secretário de Estado ao Luxemburgo, marcada para dias 25 e 26 deste mês.

Redação Latina

Relacionados

X