Select Page

O polícia lusodescendente Davide Sousa vai ser distinguido com a medalha de mérito das comunidades portuguesas.

Segundo informação da Rádio Latina, Davide Sousa irá receber a medalha de ouro das mãos do secretário de Estado das Comunidades, José Luís Carneiro, no próximo dia 12, aquando da sua deslocação ao Luxemburgo.

Esta distinção surge na sequência do “Prémio Cidadão Europeu do Ano 2017” que o Parlamento Europeu atribuiu ao agente policial, em novembro do ano passado. Um prémio que recompensa atividades excecionais. No caso de Davide Sousa, desmontou um esquema de fraude, no qual pessoas usavam moradas fictícias no Luxemburgo para receber subsídios indivíduos do Estado luxemburguês. Davide Sousa levou a cabo esta investigação durante grande parte do seu tempo livre.

Quanto à nova distinção, o Governo explica que as medalhas de mérito das comunidades portuguesas destinam-se a galardoar cidadãos ou associações portuguesas ou estrangeiras, cuja ação contribua ou tenha contribuído para o fortalecimento dos laços que unem os portugueses e os luso-descendentes, onde quer que estes residam, e que prossiga o objetivo da dignificação da presença de Portugal no mundo, através das suas comunidades, respetiva valorização nas sociedades de acolhimento e a divulgação da língua e cultura portuguesa.

Davide Sousa tem 41 anos, nasceu no Luxemburgo e foi forçado a abdicar da nacionalidade portuguesa para ingressar na polícia luxemburguesa.

Na altura, ainda não existia uma lei sobre a dupla nacionalidade como a atual. Os pais de Davide Sousa são naturais de Bustelo, em Chaves.

Redação Latina (Foto: policia grã-ducal)

Relacionados

X