Select Page

O déi Lénk (A Esquerda) propõe a criação de uma nova instituição pública para fazer face à falta de habitações a preços acessíveis.

O partido de esquerda quer chamar-lhe “Serviço Público Habitação”. Um organismo que teria como missão “coordenar a estratégia do Estado na construção de novas habitações e apoiar financeiramente os cidadãos na renovação de casas para mais eficiência energética”.

À Rádio Latina, o porta-voz do déi Lénk disse que o partido pensou em tudo, até no financiamento do serviço. Gary Diderich propõe recorrer aos cerca de 18 mil milhões de euros do Fundo de Compensação.

O porta-voz do déi Lénk afirma que é necessário proteger melhor os inquilinos, criando regulamentos sobre as cauções e as comissões pagas às agências imobiliárias e aos senhorios. Gary Diderich defende que “certas despesas deviam ser suportadas pelos proprietários”.

Gary Diderich critica a política de habitação do Governo, sublinhando que devem ser encontradas soluções globais para o problema habitacional do país. Para o porta-voz do déi Lénk, diz que as medidas “pontuais” levadas a cabo pelo Executivo “não têm dado resultado”.

Redação Latina

Relacionados

X