Select Page

A polícia luxemburguesa deteve 17 traficantes de droga, desde o início do ano. Ao longo de 2017 foram detidos 55 e no ano anterior 160, segundo números avançados pelo ministro da Segurança Interna, Étienne Schneider, em resposta a uma questão parlamentar do deputado Franz Fayot, do LSAP.

A situação de insegurança junto à rua de Estrasburgo e à Avenida da Gare, denunciada há vários anos por moradores e transeuntes, parece assim estar longe de ser resolvida, apesar das detenções de traficantes, em 2016 e 2017.

Para lutar com mais eficácia contra o fenómeno, o Governo abriu uma nova esquadra na zona “Gare-Hollerich”, no início de 2017. O espaço abre todos os dias das 07:00 às 21:00, o que revela, na opinião do ministro, que “a polícia está a fazer tudo o que pode para melhorar a situação”.

Facto é que a esquadra da “Gare-Hollerich” é procurada, todos os meses, por cerca de 350 pessoas, daí ter sido reforçada com mais 14 agentes. A este número vêm ainda juntar-se os 30 polícias que operam nas imediações da estação central dos caminhos de ferro e responsáveis pelo patrulhamento noturno nos bairros da gare e de Hollerich.

O ministro reconhece, no entanto, que o reforço da presença policial nesta zona tem-se traduzido numa deslocalização dos toxicodependentes e traficantes, para outros bairros da cidade do Luxemburgo.

Na resposta ao deputado socialista, Schneider adiantou ainda que o Ministério da Segurança Interna, a Polícia e a autarquia da capital estão a concluir um “conceito atualizado de videovigilância” para o bairro da gare.

Redação Latina

Relacionados

X