Select Page

Foto: Lusa

O candidato liberal independente Emmanuel Macron é o candidato às eleições presidenciais francesas preferido dos luxemburgueses, de acordo com uma sondagem do jornal Tageblatt, publicada esta sexta-feira.

O antigo ministro, da Economia do presidente François Hollande, arrecadaria 45% dos votos na primeira volta, se os luxemburgueses votassem no escrutínio francês.

O candidato, de 39 anos, teria os votos de 59% dos eleitores do Partido Democrático (DP), 55% dos do Partido Cristão Social (CSV), 51% das preferências dos socialistas do LSAP. 24% dos simpatizantes do déi Lénk (A Esquerda) também escolheriam Macron, bem como 28% dos ecologistas do Déi Gréng (Os Verdes).

Neste inquérito de opinião do jornal, o candidato conservador François Fillon surge em segundo lugar, com 17% de apoio dos luxemburgueses. Em terceiro lugar, aparece o socialista Benoît Hamon, com 16% das intenções de voto.

No Luxemburgo, a política anti-imigração da candidata de extrema-direita Marine Le Pen recolhe 9% de apoio dos eleitores luxemburgueses. O candidato de esquerda Jean-Luc Mélonchon, com 7%, seria o menos votado no Grão-Ducado.

Esta é apenas uma sondagem, baseada num cenário fictício, em que os luxemburgueses teriam poder de eleger o futuro presidente de França.

A verdade é que os luxemburgueses não votam, ao contrário dos franceses que cá vivem e trabalham. E, são cerca de 24 mil, o número de franceses recenseados para votar nestas eleições.

A primeira volta das eleições presidenciais francesas tem lugar no domingo. A segunda volta vai realizar-se a 7 de maio.

Redação Latina

Relacionados

X