Select Page

Um enfermeiro alemão condenado em 2015 por matar dois pacientes com overdoses de medicamentos para o coração é agora suspeito de ter assassinado pelo menos 84 pessoas entre 2000 e 2005.

A informação foi revelada esta segunda-feira pelas autoridades alemãs.

O enfermeiro foi condenado em 2015 a prisão perpétua por dois homicídios e duas tentativas de homicídio numa clínica em Delmenhorst, no noroeste da Alemanha, mas os procuradores disseram desde cedo que o enfermeiro teria matado mais pessoas.

O enfermeiro matava os pacientes com recurso a overdoses medicamentosas.

Segundo a investigação, a lista de vítimas poderá nunca ser conhecida com certeza.

Redação Latina/Lusa

Relacionados

X