Select Page

Duas semanas após as eleições comunais, as negociações de coligação entre CSV, DP e Verdes na autarquia de Esch-sur-Alzette ainda estão a decorrer.

O grande derrotado na segunda maior cidade do país foi o LSAP, que perdeu três mandatos, ficando reduzido a seis.

Entretanto, Dan Codello, informou a secção do LSAP de Esch que se demitia do partido a partir de 1 de novembro próximo, querendo na mesma manter o seu mandato no seio do Conselho Comunal, mas enquanto “independente”.

Num comunicado, o LSAP mostra-se surpreendido com esta decisão, uma vez que Dan Codello defendeu as cores do partido durante a campanha eleitoral. O partido diz-se consciente da existência de tensões internas no LSAP de Esch e tinha sido já decidido abordar essas questões em várias reuniões, marcadas para novembro.

No entanto, o partido considera ilegítimo que Dan Codello queira manter o mandato obtido na lista do LSAP quando pretende desvincular-se do partido. O LSAP Esch defende que os eleitores atribuíram o mandato ao Partido Socialista. Daí, exigir que Dan Codello renuncie ao mandato obtido a 8 de outubro.

Redação Latina (Foto: Wort.lu Guy Jallay)

Relacionados

X