Select Page

O treinador do Belenenses afirmou hoje que os ‘azuis’ querem contrariar a “entrada a todo o gás” do Benfica e vão procurar ser “abertura de telejornal”, vencendo o dérbi da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Quim Machado, que fazia a antevisão do encontro que encerra a ronda, na segunda-feira, admitiu que “nunca é fácil jogar contra o Benfica, muito menos no seu estádio” e antecipou uma entrada forte por parte do adversário, que quer “esquecer rapidamente” a pesada derrota em Dortmund (4-0) e consequente eliminação da Liga dos Campeões.

“Vamos encontrar um Benfica que vai entrar a todo o gás, para conseguir fazer um golo, que lhe daria alguma tranquilidade. É um adversário muito difícil e tem sido forte em casa, mas acreditamos que podemos fazer coisas boas. Compete-nos ser uma equipa mentalmente forte e não ter medo de nada”, disse, em conferência de imprensa.

De resto, o técnico frisou que “uma vitória contra o Benfica teria um impacto enorme e seria fantástico para o Belenenses”, e assegurou que os ‘azuis’ não vão alterar a sua identidade diante dos ‘encarnados’.

“Se ganhássemos ao Benfica seria abertura de telejornal e é isso queremos, elevar mais o Belenenses e colocá-lo no patamar em que já esteve. Isso consegue-se com vitórias e bom futebol. Defendo que, mesmo jogando contra os grandes, não se pode pôr o autocarro à frente da baliza, porque as pessoas não gostam disso”, referiu.

Quim Machado reforçou a necessidade de o Belenenses “entrar vivo e sem medo” na partida e lembrou que “contra as equipas grandes não se pode dar nem 10 minutos de avanço”.

“Nos últimos jogos, temos dado vantagem ao adversário e depois temos de correr atrás do prejuízo. Com o Benfica não podemos entrar a dormir, porque seria fatal para nós. Temos de entrar vivos, fortes e sem medo. Queremos ser personalizados desde o primeiro minuto”, salientou.

Por outro lado, o treinador enalteceu o crescimento do conjunto de Belém, que vem numa série de seis jogos sem derrotas, e alertou o Benfica: “É difícil ganhar ao Belenenses.”

Diogo Viana, que está recuperado de lesão, e Vítor Gomes, que cumpriu suspensão na última ronda, podem ser opções para Quim Machado, enquanto Yebda, Rosell e Betinho vão falhar a deslocação à Luz, devido a problemas físicos.

Benfica, segundo classificado com 60 pontos, e Belenenses, nono com 32, jogam na segunda-feira, a partir das 21:00 (hora luxemburguesa), no Estádio da Luz, em Lisboa, num encontro que será dirigido pelo árbitro Bruno Esteves, da Associação de Futebol de Setúbal.

Relacionados

X