Select Page

Uma delegação do Instituto Camões está atualmente no Grão-Ducado para encontros com as autoridades luxemburguesas da área do ensino.

As autoridades dos dois países estão a elaborar um plano de ação para melhorar o ensino do português no país. Isto, no âmbito dos acordos bilaterais assinados em abril, como disse hoje à Rádio Latina a diretora do serviço língua e cultura do Instituto Camões, Madalena Arroja.

Para Madalena Arroja a introdução do ensino complementar não é um retrocesso, mas sim uma alternativa ao ensino de português no Luxemburgo. As aulas vão ser esquematizadas em função do programa curricular do ensino básico luxemburguês, além da avaliação do português, que vai figurar no caderno de notas dos alunos.

Madalena Arroja, diretora do serviço língua e cultura do Instituto Camões que está no Luxemburgo para elaborar um plano de ação na área do ensino de português.

Redação Latina

Relacionados

X