Select Page

O Real Massamá, estreante absoluto no segundo escalão do futebol português, começou hoje da melhor forma a aventura da II Liga, assumindo o comando da prova graças à vitória por 4-1 na receção ao Leixões.

O médio brasileiro Carlos Vinícius foi o ‘herói’ local, ao marcar três dos quatro golos do Real, aos 14 minutos, de grande penalidade, 76 e 78, que colocaram a equipa de Massamá a liderar um grupo de sete equipas, todas vencedoras na jornada inaugural.

Ao contrário do recém-promovido Real – a Oliveirense é a outra equipa proveniente do Campeonato de Portugal -, a dupla de clubes despromovidos da I Liga na época passada não teve uma estreia auspiciosa no regresso ao escalão inferior.

O Nacional não foi além de um empate 1-1 na receção ao Penafiel, consumado apenas aos 86 minutos com um golo do recém-entrado Vanilson, e o Arouca fez ainda pior, perdendo por 2-0 no reduto do Famalicão.

Tal como Real, o Varzim também se impôs por uma margem de três golos, na receção ao Vitória de Guimarães B, que jogou os últimos 30 minutos do jogo em inferioridade numérica, devido à expulsão de Duarte.

As equipas B dos rivais Sporting e FC Porto tiveram sorte diferentes: os portuenses perderam em casa, por 2-1, frente ao Gil Vicente e os lisboetas venceram no estádio do Sporting da Covilhã pela mesma margem, enquanto o Benfica B fecha a ronda na terça-feira frente à Oliveirense.

O Académico de Viseu e o Santa Clara foram os outros vencedores do dia, impondo-se pelo mesmo resultado (2-1) à Académica, clube histórico do futebol português, e Cova da Piedade, respetivamente, enquanto Sporting de Braga B e União da Madeira ficaram-se pelo empate 1-1.

Relacionados

X