Select Page

Jean-Claude Juncker não se vai recandidatar à presidência da Comissão Europeia. O anúncio foi feito pelo próprio em entrevista a uma rádio alemã.

O antigo primeiro-ministro do Luxemburgo diz, assim, “não” a um segundo mandato em 2019.

A liderança do Executivo de Bruxelas poderá ser o último cargo político de Jean-Claude Juncker, uma vez que também não será candidato pelo Partido Cristão Social (CSV) às legislativas luxemburguesas de 2018.

Atualmente com 62 anos, Juncker chefiou o Governo luxemburguês durante quase duas décadas, integrando os sucessivos Executivos durante 30 anos consecutivos até às eleições antecipadas de 2013. Um escrutínio legislativo que o CSV venceu, mas foi, contudo, relegado para a oposição devido à coligação de liberais (DP), socialistas (LASP) e ecologistas (Déi Gréng), que formaram o primeiro Governo tripartido do Grão-Ducado. Pela primeira vez na História da democracia do Luxemburgo, o CSV não assume funções governativas.

Redação Latina

Relacionados

X