Select Page

Decorre uma investigação para apurar o que aconteceu na madrugada de sábado, quando, alegadamente, Justin Bieber agrediu um empregado de um restaurante.

O episódio ocorreu no Serafina Sunset, em Los Angles, durante uma festa pré-Grammys, organizada por Jason Boyd, um colaborador de longa data do jovem artista.

Segundo relatos de algumas testemunhas, referiu o TMZ citado pela Blitz, Bieber e o ator Kyle Massey estariam, na brincadeira, a “lutar” um com o outro quando o cantor reparou que um empregado os estava a filmar.

Bieber ter-lhe-á pedido que apagasse o vídeo ao que o empregado se recusou, e como tal, agrediu-o com uma cabeçada.

Quando a polícia chegou ao local já Bieber não se encontrava lá e, embora a suposta vítima se recuse a apresentar queixa formal, Bieber não se livre de ser investigado.

Recorde-se que o cantor canadiano, de 22 anos, já tem um histórico de agressões. Recentemente, em junho de 2016, após as final de NBA, envolveu-se num confronto físico à entrada de um Hotel, em Cleveland.

Segundo o que consta na queixa apresentada – e sobre a qual existe um vídeo como prova -, o cantor terá tirado os óculos de sol a um homem e, posteriormente, o grupo do cantor terá começado a agredi-lo ao ponto de [a vítima] ter de ser levado para o hospital. Sobre este caso, Bieber enfrenta um julgamento.

(Foto: Observatório da Televisão)

Relacionados

X