Select Page

A central sindical LCGB defende o prolongamento do período do subsídio de desemprego. Atualmente os desempregados têm direito a receber o subsídio durante um período máximo de 12 meses. A duração pode variar e chegar aos 24 meses, dependendo da idade e anos de trabalho. Esgotado o subsídio, os desempregados passam ao Rendimento Mínimo Garantido (RMG).

Em declarações à Rádio Latina, o secretário-sindical da LCGB, Christophe Knebeler, defendeu a necessidade de discutir a extensão do subsídio, de forma a evitar que os desempregados caiam no RMG. Uma questão que se impõe agora, no âmbito da reforma da lei do rendimento mínimo, o chamado REVIS.

Christophe Knebeler lembra que o número de desempregados praticamente triplicou nos últimos 17 anos, chamando a atenção para o crescente aumento do desemprego dos jovens entre os 15 e os 24 anos.

O secretário-sindical da LCGB sublinha também que o desemprego afeta cada vez mais pessoas altamente qualificadas. Outros dos problemas diz respeito ao desemprego de longa duração.

Christophe Knebeler, secretário-sindical da LCGB, em declarações à Rádio Latina.

Redação Latina

Relacionados

X