Select Page

O Luxemburgo já tem, desde sábado passado, uma nova lei da nacionalidade.

A nacionalidade luxemburguesa passa a ser atribuida, automaticamente, aos filhos de estrangeiros nascidos no Luxemburgo, quando fizerem 18 anos.

Mas até podem pedi-la aos 12 anos, desde que um dos pais tenha residido no Luxemburgo, durante, pelo menos, um ano, antes do nascimento da criança.

Por outro lado, os cidadãos estrangeiros que vivem no país há, pelo menos, 20 anos, têm acesso facilitado ao passaporte, já que ficam isentos dos testes de língua luxemburguesa.

De referir, ainda, que, globalmente, o período de residência obrigatória foi reduzido para cinco anos.

3 200 pessoas foram naturalizadas, em 2016, mas será que essa tendência vai crescer, agora, com a nova lei?

O ministro da Justiça, Félix Braz, diz que esse é o seu desejo, mas que é cedo para quantificar.

O Luxemburgo tem uma nova lei da cidadania, desde sábado passado.

“Uma lei que foi feita para durar”, diz o ministro da Justiça, Félix Braz.

Redação Latina

Relacionados

X