Select Page

O Luxemburgo tem uma das maiores despesas da União Europeia (UE) no que toca a prestações sociais relacionadas com invalidez ou deficiência.

Segundo dados do Eurostat, a despesa do país nesta área foi de um milhão e duzentos mil euros em 2014. A verba corresponde a 11,4% dos gastos totais com prestações sociais.

Os números colocam o grão-ducado no topo da lista, na comparação europeia. Apenas Dinamarca (12,9%), Croácia (12,2%), Suécia (12%) e Estónia (11,8%) superam o Luxemburgo. No lado oposto, estão Chipre (3,2%), Malta (3,7%) e Itália (5,9%).

Juntos, os países do bloco europeu despenderam, em 2014, 280 mil milhões de euros nas prestações sociais relacionadas com invalidez e deficiência. Trata-se de 7,3% do total da despesa com prestações sociais, uma taxa que se mantém estável desde 2010.

Redação Latina

Relacionados

X