Select Page

Seriam necessárias entre 7 500 e 8 000 novas habitações por ano para resolver os problemas que o Luxemburgo enfrenta ao nível do mercado imobiliário. A estimativa é do Observatório da Habitação.

Ouvidos no Parlamento, a pedido do Partido Cristão Social (CSV), os especialistas do observatório lembraram que os preços da habitação têm aumentado, em média, cerca de 4,4% por ano desde 2010. Em 2015/2016, os preços subiram 5,6%, devido essencialmente ao aumento do IVA em 2015.

Forte crescimento demográfico dos últimos anos (cerca de 100 mil novos habitantes ao longo da última década), crescimento económico estável, taxas de juro baixas e condições de crédito favoráveis. O Observatório da Habitação diz que são estas as principais razões na origem da subida constante dos preços. A tudo isto, vem ainda juntar-se a oferta de alojamento que é insuficiente face à procura.

Um dos problemas que o setor enfrenta prende-se com as dificuldades em mobilizar terrenos para construir casas e apartamentos. De acordo com o observatório, há cerca de 2 719 hectares de terrenos teoricamente disponíveis para construção. O problema, diz o observatório, é que 92% dessa superfície pertence a proprietários privados.

Redação Latina

Relacionados

X