Select Page

Longe vão os anos 80. Tão longe que Mick Jagger não se lembra de ter escrito um livro com as suas memórias com cerca de 75 mil palavras.

A obra foi entregue, há cerca de três anos, a um editor britânico que agora decidiu revelar alguns dos episódio descritos, segundo o The Independent, citado pela revista Sábado.

O vocalista dos Rolling Stones, com 73 anos, terá comprado uma mansão em Hampshire, no Reino Unido, quando estava sob influência de LSD. A casa no campo, avaliada em muitos milhões terá sido adquirida nos anos 70 e presume-se terem lá sido gravadas algumas músicas dos Rolling Stones.

Certa vez quase ia morrendo quando participou numa corrida de cavalos sem nunca ter tido uma única aula de equitação, foi outra das revelações feita por John Blake, o editor.

Jagger pensou, inicialmente, em publicar o livro com uma nota no prefácio a explicar que tinha sido escrito “há muitos anos” concordando com a sua publicação, voltando depois atrás. Para John Blake, isto significa que “Mick não se lembra de ter escrito as memórias”.

O editor garante que, pelo sim pelo não, a autobiografia está, por agora, guardada em local secreto.

Relacionados

X