Select Page

A ministra da Saúde concorda com a legalização da canábis para fins terapêuticos.

Escutada esta quinta-feira pela Rádio Latina, Lydia Mutsch sublinhou que a legalização da planta para fins medicinais não figura no plano governamental do Executivo, mas admitiu ser favorável à medida.

Embora não conste dos planos imediatos do Governo, a ministra da Saúde adiantou que está a trabalhar no sentido de tornar possível a prescrição médica de canábis. Em causa estão contactos com a Alemanha, onde é permitido o uso de canábis no tratamento de várias doenças. Com base nessa troca de impressões e se o Governo estiver em sintonia, a ministra quer avançar para a legalização da planta para fins terapêuticos.

A legalização da canábis para fins medicinais veio recentemente a debate a reboque de uma petição pública. O documento era da autoria do lusodescendente Kevin Raach, que defende que a substância deve poder ser receitada nestes casos, de forma a “aliviar o sofrimento dos doentes”.

O prazo para assinar a petição terminou a 21 de março, sem que o documento recolhesse as assinaturas necessárias para levar o tema a debate no Parlamento.

Redação Latina

Relacionados

X