Select Page

A notícia avançada, esta terça-feira, pela Rádio Latina, sobre o tempo de espera nas urgências da clínica pediátrica em Strassen, suscitou várias reações dos nossos ouvintes.

A maior parte dos comentários dos pais revela indignação, por terem sido forçados a permanecer mais de três horas, à espera de atendimento.

A Rádio Latina falou esta terça-feira com a ministra da Saúde, Lydia Mutsch, que sublinhou que o Governo está atento à situação, tanto nas urgências da Kannerklinik como noutros hospitais.

Lydia Mutsch diz que cabe ao Governo apoiar as unidades hospitalares, para melhorar a respetiva gestão das urgências, sem colidir com a autonomia dos hospitais.

 

Conscientes da existência de problemas nas urgências, a ministra da Saúde e o seu homólogo da Segurança Social, Romain Schneider, discutiram esta questão nas duas últimas reuniões de concertação social.

Na altura foi decidido criar um grupo de trabalho e realizar uma auditoria, sobre o funcionamento das urgências.

 

O objetivo destas duas medidas é lançar pistas concretas para melhorar este serviço, até ao final do ano.

Lydia Mutsch acrescenta, ainda, que o último orçamento dos hospitais já inclui uma verba considerável, para contratar mais dez pessoas a tempo inteiro, nos serviços de urgência.

 

Lydia Mutsch, ministra da Saúde, a revelar, à Rádio Latina, que o Governo está preocupado com a situação que se vive nas urgências.

A ministra acrescenta que está atenta à situação e que vai tomar medidas concretas para melhorar o atendimento nas urgências hospitalares.

Lydia Mutsch quer passar a pente fino os vários serviços envolvidos, através da realização de uma auditoria.

As conclusões devem ser apresentadas até ao final deste ano.

Redação Latina

Relacionados

X