Select Page

Sem surpresas, os portugueses são os cidadãos que mais requerem a nacionalidade luxemburguesa. Segundo dados do Eurostat divulgados hoje, 3 195 pessoas obtiveram o passaporte luxemburguês em 2015.

O gabinete europeu da estatística revela que 36,5% dos beneficiários são portugueses, seguindo-se os franceses (10,8%) e os italianos (9,5%).

O Luxemburgo aparece assim, juntamente com a Hungria, como um dos únicos dois países onde a esmagadora maioria dos cidadãos que obtiveram a nacionalidade em 2015 eram oriundos de outro Estado-membro da União Europeia (UE). Por cá, a taxa foi de 79%, enquanto na Hungria rondou os 72%.

O Grão-Ducado é também o país com mais concessões da cidadania em relação à população residente, registando 5,6 atribuições por cada 1000 habitantes.

No total, cerca de 840 mil pessoas adquiriram o passaporte de um Estado-membro da UE, em 2015. É uma diminuição de 5,6% em relação ao ano anterior. Os cidadãos oriundos de Marrocos, Albânia e Turquia são os principais beneficiários.

Redação Latina

Relacionados

X