Select Page

O Orçamento do Estado (OE) para 2018 prevê um excedente orçamental de 333 milhões de euros na Administração Pública. O número corresponde a 0,6% do Produto Interno Bruto, de acordo com o projeto divulgado hoje pelo ministro das Finanças, Pierre Gramegna.

Já na Administração Central, a proposta orçamental prevê receitas na ordem dos 17,3 mil milhões de euros e despesas de 18,2 mil milhões.

Contas feitas, o défice da Administração Central – que inclui a segurança social e as comunas – deverá rondar os 890 milhões de euros no próximo ano.

Em traços gerais, o Ministério das Finanças sublinha que o OE2018 vai beneficiar de um contexto macroeconómico favorável, caracterizado por um crescimento do PIB de 3% em 2017 e de 4,4% no próximo ano, segundo as estimativas do Instituto Nacional de Estatística.

Redação Latina

Relacionados

X