Select Page

Há uma petição pública, em curso, que exige que os desempregados deixem de pagar bilhete nos transportes públicos.

O cidadão Pascal Wrisez, autor da petição, argumenta que os desempregados de longa duração, ou seja, os que estão sem atividade profissional há pelo menos um ano, “devem poder usufruir grauitamente dos transportes públicos no Luxemburgo”.

No texto da petição é referido que os desempregados “têm rendimentos nulos ou escassos” e que “seria justo que pudessem usar os transportes públicos, de graça”

O peticionário aponta como exemplos, “as deslocações para entrevistas de emprego ou a apresentação periódica no centro de emprego (ADEM)”.

“Para muitos desempregados, essa despesa com os transportes públicos representa o preço de uma refeição”, concluiu Pascal Wrisez.

O documento, com o número 827, pode ser assinado no site do Parlamento (chd.lu), até ao dia 28 deste mês.

Se recolher, até lá, 4 500 assinaturas o assunto será discutido na Câmara dos Deputados, na presença dos ministros das Infraestruturas, François Bausch, e do Trabalho, Nicolas Schmit.

Redação Latina

 

X